No Domingo dia 13 de Dezembro necessitei de regressar a Lisboa no comboio das 08:22. Ao chegar à Estação de Nelas a tempo e horas estranhei a presença do comboio internacional, mas como tudo é possível não liguei muito. Mais estranho foi depois, o IC nº 510 chegou a Nelas à hora certa, até aqui tudo bem, o problema foi quando chegou a Santa Comba Dão. Em Santa Comba lá estava o comboio internacional. Praticamente após ter parado o IC o sr. Revisor informou os passageiros que devido à queda de uma cantenária o comboio em causa iria permanecer naquela Estação cerca de 120 minutos. Acho que ninguém ficou indiferente a tal anúncio, pois além de ser muito tempo poderiam ter avisado na Estação de Nelas, apesar dos transtornos voltaria para casa. Com algum custo lá se passou o tempo, findo o qual o comboio retomou a sua marcha. Antes disso o sr. Revisor tinha distribuído os formulários/carta para pedir o reembolso do valor do bilhete, o que fiz passado uns dias.
Semanas depois tal não é o meu espanto, tinha na caixa do correio uma carta da CP. Na altura estranhei a rapidez, mas sabia que a CP se estava a esquivar à devolução do valor do bilhete. Para quem não sabe, atrasos superiores a 1 hora obrigam à devolução do bilhete, o que em 2009 me aconteceu mais duas vezes, nos casos sem problema. Bem 3 vezes uma situação de atraso superior a 1 hora num ano só é azar a mais ou sinal que nem tudo vai bem, mas adiante.

Atraso do comboio IC 510 do dia 13/12 com destino a Lisboa

Em carta assinada pela Sra. Directora Comercial a escusa ao pagamento foi justificada com "causas ambientais", as quais, de acordo com a lei, muito bem descrita na referida carta, não dá direito a reembolso. Como quem passou 2 horas a "secar" em Santa Comba Dão e ouviu a informação do Sr. Revisor não pode ficar calado protestei, descrevendo o processo tal como agora. Ah é verdade, apesar de ser mais um dia de inverno o tempo estava estável, muito frio sim, mas estava bom, ao ponto de ter ido a pé para a Estação.
Hoje recebi a resposta da Sra. Directora Comercial da CP. Mais uma vez acho que pouco importa para a CP se mantiveram os passageiros 2 horas ou mais, vejam o mais importante da resposta:
"Lamentando, desde já, a situação descrita, informamos que o Comboio Intercidades nº 510 do dia 13 de Dezembro 09 circulou com atraso devido a constrangimentos da infraestrrutura motivados por causas naturais (queda de árvore na via)".
Não sei se o mesmo aconteceu com outros passageiros mas, face à informação do Sr. Revisor e à ausência de informação prévia na Estação de Nelas, acho os argumentos usados apenas uma forma da CP não ter de devolver o valor dos bilhetes. Não é o valor do bilhete que está em causa, a atitude essa sim é condenável. Até porque chegar a Lisboa às 11:22 não é chegar pelas 14 horas.

Atraso do comboio IC 510 do dia 13/12 com destino a Lisboa
publicado por José às 19:22