Usando a terminologia entretanto adoptada pela publicidade atrevo-me a dizer: ainda sou do tempo em que a vindima se realizava principalmente na primeira quinzena de Outubro, prolongando-se várias vezes pelas duas semanas seguintes, e a apanha da azeitona acontecia sobretudo em Dezembro, lembro-me que passei muitas férias lectivas do Natal a apanhar azeitona e na altura o frio era tanto que se aqueciam pequenas pedras numa fogueira para se manterem as mãos quentes, frias que ficavam se sentirem o gelo da terra, a qual ao pisar-se sentia-se os cristais de gelo a quebrarem. Agora tudo mudou, a vindima está mais que feita e a azeitona começa a ser apanhada.Creio que uma das possibilidades de confirmar o que digo seria através dos registos das vindimas por exemplo na Cooperativa Agrícola.

publicado por José às 20:06