Li com preocupação o último relatório do projecto MinUrar - Minas de urânio e seus resíduos: efeitos na saúde da população, Relatório científico II, Fevereiro de 2007. Embora muitos dos efeitos na saúde das populações fossem já, de algum modo, do conhecimento público, é ser preocupante ver resultados tão claros, creio que nunca estamos preparados ou então talvez não se perceba (ou não se queira por vezes perceber) que algumas doenças se devem a causas ambientais pouco favoráveis.

Muitos dos leitores podem pensar que se trata de uma situação extrema. Em parte é verdade, embora existam exemplos extremos com maior visibilidade, poderia deixar aqui uma pequena lista, o que seria fácil, mas não é esse o objectivo. Pretendo apenas demonstrar que nem tudo o que acontece de forma extrema, tal como é o caso de alguns acidentes nucleares, industriais , entre muitos outros, tem efeitos na saúde humana e no equilíbrio dos ecossistemas. Creio, aliás, que os maiores perigos estão nessas causas silenciosas (a poluição do ar é um exemplo).

 

A imagem não é recente, muito menos tem a qualidade que gostaria, todavia os seus elementos são os mesmos - as pessoas praticamente vivem em cima da antiga mina. Será que nunca ninguém se preocupou em explicar os perigos que correm? Será que nunca foi aplicado pela autarquia o principio da precaução? Agora parece tarde, no entanto, cabe à autarquia definir uma área interdita à construção, uma vez que com a requalificação das escombreiras é provável que a especulação ganhe adeptos.

Não me quero alargar, mesmo assim, não deixo de manifestar alguma preocupação relativamente a uma faixa da população não incluída no estudo mencionado. Talvez já tenha dito isto dezenas de vezes, mas repito. Quando era miúdo lembro que se usava água para rega vinda do ribeiro com origem (pelo menos passagem) na Urgeiriça . Como compensação os proprietários recebiam algum dinheiro, o qual na altura era recebido quase em festa, pois era das poucas fontes de rendimento monetárias recebidas. O que não fica claro, passados estes anos todos, é qual o efeito dessa água na saúde das pessoas, pois, ao que parece, era a água resultante da limpeza do minério.

publicado por José às 17:49