Poderia estar a falar sobre a polémica do momento, que coloca frente-a-frente as autarquias e o Governo por causa da nova proposta de Lei de Finanças Locais recentemente apresentada, todavia à escala local temos questões mais urgentes para tratar.

As notícias sobre o encerramento da fábrica da Johnson Controls em Nelas sugerem-nos enorme preocupação face ao futuro, não por ser esta empresa especificamente mas porque o concelho, sobretudo a vila, viu transferida nos últimos cerca de 15 a 20 anos a sua mão-de-obra da tradicional agricultura de subsistência para a actividade industrial e para os serviços. O risco de encerramento de novas unidades pode vir a colocar o concelho numa situação difícil , sobretudo porque não é fácil agora a reconversão dessa força de trabalho e porque esses investimentos são importantes para a região. O apelo que deixo é para os investidores nacionais, que sejam eles o garante do emprego e da estabilidade.

Inevitavelmente o problema exige uma resposta do poder local, sendo que nunca se está preparado para estas situações, faço votos para que a autarquia consiga respostas aos problemas que se levantam junto do Governo e da sociedade civil.

Nota posterior: de facto a transferência da mão-de-obra nos últimos anos foi sobretudo para os serviços, todavia nesse período instalaram-se algumas industrias ligeiras na região e era sobretudo a pensar que teci esse comentário. Não esqueço a grande indústria e os seus símbolos: com destaque para os altos Fornos em Canas, ou a indústria extractiva na Urgeiriça (mas obrigado pela observação).

publicado por José às 09:36