Este fim-de-semana penso que ninguém terá ficado indiferente a mais uma manifestação dos habitantes junto ao Palácio de Belém. Com as razões que já são do conhecimento público levaram consigo um dos carros alegóricos do Carnaval de Canas, onde se podia ver uma imagem do famoso Zé-povinho e uma outra que representava o Presidente da República.

DSC01735.JPG



Como é do conhecimento de todos, a união que caracteriza este movimento é algo que me cativa, embora discorde em parte da sua luta. Desta vez temos de reconhecer que o Movimento para a Restauração do Concelho de Canas de Senhorim se deixou adormecer pelo embalo da pré-campanha e campanha eleitoral. Não entendo, nem aceito, o facto das populações estarem a ser levadas para questões marginais. Entendo alguma da culpabilização do Dr. Jorge Sampaio, todavia isso deveriam ser águas passadas. Não me parece claro que as populações percebam que no momento quem pode voltar a decidir sobre Canas são os partidos políticos.
O momento político seria o ideal, mas seja porque motivo for o Movimento bate na mesma tecla. Lamento mas assim vai acabar por se esgotar, isto tudo porque parece ficar claro que a luta é, também, entre os partidos que disputam o poder no concelho, encabeçado pelo Presidente da Câmara de Nelas e pelo Presidente da Junta de Freguesia de Canas de Senhorim. Colocada a questão a este nível quem irá perder são as populações, até porque se inviabiliza o diálogo. Nada tenho contra o Movimento, apenas acho que estão a escolher o alvo errado, numa altura em que seria importante afinarem estratégias...

publicado por José às 10:46