Folhadal

pesquisar

 
Segunda-feira, 12 / 06 / 06

Parabéns Folhadal

Como nem sempre tenho o prazer de estar presente não acompanho com actualidade necessária o desenrolar de todos os acontecimentos, o que por um lado é mau (não estar a par de tudo), mas por um lado é bom (permite-me distanciamento em relação às questões). Se alguns acontecimentos procuro ficar onde estou, outros merecem toda a minha atenção. Falo neste caso da comemoração do 12.º aniversário do Centro de Dia da nossa Associação, sem dúvida uma obra feita por gente com uma enorme dedicação à nossa terra e que por isso merecem toda a nossa consideração. Como já adiantei em registo anterior, tenho vontade em escrever umas palavras sobre a Associação e tudo o seu trabalho, mas de momento não tenho disponibilidade para tal, vou tentar no período de férias reunir os elementos necessários para depois publicar um breve artigo no nosso Planalto, para que todos vejam quem somos. Para já congratulo-me como mais este aniversário, o nosso Folhadal está mais uma vez de Parabéns.
publicado por José às 09:38
Segunda-feira, 12 / 06 / 06

A sagração do ruído

Ao que parece o direito de exprimir a minha opinião e os meus gostos chocam com os gostos de outros, o que é perfeitamente natural, só não é natural o facto de não aceitarem a opinião que expresso. Tudo isto a respeito da minha reacção ao III Rock in Mondego. Não é que tenha o dom de saber mais que ninguém, não o tenho nem o quero ter, todavia acho importante que se assuma que algo correu mal, apesar da excelente organização algo correu mal, essa é uma verdade, não vamos virar as costas a essa verdade. É sobre essa verdade que escrevi um artigo para o Planalto, o qual pode não cair bem em alguns membros da organização, contudo não tive qualquer intenção de falar mal da organização, pelo contrário, só acho que não estiveram bem na escolha do cartaz. É óbvio que a escolha é condicionada por apoios, mesmo acho seria preferível levar menos bandas e melhores. Penso que é do conhecimento público que gostei muito dos Bednoise, com uma presença em palco muito bom, sobretudo suportados por uma voz potente e harmónica, os quais, aliás, têm algumas músicas on-line que me agradam bastante. Também é do conhecimento público que não gostei nada das restantes bandas, algumas das quais se limitaram a deixar uns gritos de ordem, com palavras de desordem.
Uma coisa é certa, como não se tratou de uma festa privada, a escolha do cartaz deveria procurar ir ao encontro do gosto da maioria, por mais que custe penso ser importante a organização assumir isto, caso contrário em próximas edições vamos continuar a ter o mesmo problema - a falta de público.
publicado por José às 09:11
Blog do Folhadal e de todo o concelho de Nelas

Junho 2006

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
17
18
19
21
22
23
24
25
27
29
30

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro