Ontem no regresso a Lisboa tive necessidade de passar pelo Apoio ao Cliente da CP, até aqui tudo bem. Mal chegado deparei-me com o relato de duas senhoras, quase de certeza espanholas, sobre mais um triste episódio com um taxista da capital. A funcionária do Apoio ao Cliente teve a gentileza de ligar para a polícia, mas nada poderia fazer. Ao que tudo indica, pelos relatos que ouvi, o taxista tinha cobrado 18€ (sim, 18 euros) de uma viagem entre um hotel na Avenida da Liberdade e Santa Apolónia. Sei que a vida está cara e uma viatura tem os seus custos, mas 18€ dá para ir ao aeroporto e voltar, se calhar com direito a troco. Mas o episódio não se ficou por aqui, ao que parece o taxista obrigou as pessoas a pagarem, tendo mesmo sido agressivo. Naturalmente que deveria saber que nestes casos o melhor é não pagar e chamar a polícia, talvez por saber isso tudo quis extorquir logo o dinheiro e eventualmente ir enganar mais inocentes. Apesar de não ser uma notícia sobre a nossa terra não deixo de a exibir aqui, até como advertência.
publicado por José às 08:57